Skip to content

Aula de Latim: Te Deum Laudamus – A Vós, ó Deus, Louvamos

julho 16, 2010

Es o texto da oração Te Deus:

Te Deum laudamus: te Dominum confitemur.

A Vós, ó Deus, louvamos e por Senhor nosso Vos confessamos.

Te æternum Patrem omnis terra veneratur.

A Vós, ó Eterno Pai, reverencia e adora toda a Terra.

Tibi omnes Angeli, tibi Cæli, et universæ Potestates: Tibi Cherubim et Seraphim incessabili voce proclamant: Sanctus, Sanctus, Sanctus Dominus Deus Sabaoth.

A Vós, todos os Anjos, a Vós, os Céus e todas as Potestades; A Vós, os Querubins e Serafins com incessantes vozes proclamam: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus dos Exércitos!

Pleni sunt cæli et terra majestatis gloriæ tuæ.

Os Céus e a Terra estão cheios da vossa glória e majestade.

Te gloriosus Apostolorum chorus, Te Prophetarum laudabilis numerus, Te Martyrum candidatus laudat exercitus.

A Vós, o glorioso coro dos Apóstolos, A Vós, a respeitável assembleia dos Profetas, A Vós, o brilhante exército dos mártires engrandece com louvores!

Te per orbem terrarum sancta confitetur Ecclesia, Patrem immensæ majestatis: Venerandum tuum verum et unicum Filium: Sanctum quoque Paraclitum Spiritum. Tu Rex gloriæ, Christe.

A Santa Igreja anuncia por toda a Terra a glória do vosso Santo nome, A Vós, Eterno Pai, Deus de imensa majestade: Ao Vosso verdadeiro e único Filho, digno objecto das nossas a adorações, Do mesmo modo ao Espírito Santo, nosso consolador e advogado. Vós sois o Rei da Glória, ó meu Senhor Jesus Cristo!

Tu Patris sempiternus es Filius, Tu, ad liberandum suscepturus hominem, non horruisti Virginis uterum.

Vós sois Filho sempiterno do vosso Pai Omnipotente! Vós, para vos unirdes ao homem e o resgatardes , Vos dignastes de entrar no casto seio duma Virgem!

Tu, devicto mortis aculeo, aperuisti credentibus regna cælorum. Tu ad dexteram, Dei sedes, in gloria Patris. Iudex crederis esse venturus.

Vós, vencedor do estímulo da morte, abristes aos fiéis o Reino dos Céus. Vós estais sentado à direita de Deus, no glorioso trono do vosso Pai! Nós cremos e confessamos firmemente que de lá haveis de vir a julgar no fim do mundo.

(Ao versículo seguinte, todos se inclinam) Te ergo quæsumus, tuis famulis subveni, quos pretioso sanguine redemisti.

(Ao versículo seguinte, todos se inclinam) A Vós portanto rogamos que socorrais os vossos servos a quem remistes como vosso preciosíssimo Sangue.

Æterna fac cum Sanctis tuis in gloria munerari.

Fazei que sejamos contados na eterna glória, entre o número dos vossos Santos.

Salvum fac populum tuum, Domine, et benedic hereditati tuæ.

Salvai, Senhor, o vosso povo e abençoai a vossa herança,

Et rege eos, et extolle illos usque in æternum.

E regei-os e exaltai-os eternamente para maior glória vossa.

Per singulos dies benedicimus te; Et laudamus Nomen tuum in sæculum, et in sæculum sæculi.

Todos os dias Vos bendizemos; E esperamos glorificar o vosso nome agora e por todos os séculos.

Dignare, Domine, die isto sine peccato nos custodire.

Dignai-Vos, Senhor, conservar-nos neste dia e sempre sem pecado.

Miserere nostri domine, miserere nostri.

Tende compaixão de nós, Senhor, compadecei-Vos de nós, miseráveis.

Fiat misericordia tua, Domine, super nos, quemadmodum speravimus in te.

Derramai sobre nós, Senhor, a vossa misericórdia, pois em Vós colocamos toda a nossa esperança.

In te, Domine, speravi: non confundar in æternum.

Em Vós, Senhor, esperei, não serei confundido.


No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: