Skip to content

Celebrando a Semana Santa!!! A salvação chegou até nós

abril 12, 2011

Hosana! Bendito o que vem em nome do Senhor!

Por Bruno Marinho

Irmãos e Irmãs, eis o tempo da graça! Enfim, depois de 40 dias peregrinando pelo deserto da penitência, oração e jejum, chegou o tempo da consumação da graça salvífica de Cristo. Eis a Semana Santa. Celebremos com os Anjos e os Santos a vida, paixão, morte e a gloriosa ressurreição de Cristo, Rei da Glória.

Após nossa caminhada por 5 semanas no roxo do advento, somos banhados pelo vermelho do Domingo de ramos, que simboliza o sangue de Cristo que será derramado sobre nós, assim como a caridade e humildade do senhor ao entrar em Jerusalém montado em um jumentinho.

O Domingo de ramos é um momento muito lindo da nossa festa. Desde criança eu espero esse dia, em que acordamos cedo e colhemos galhos de palmerinhas e vamos já em rítimo de oração cantando Hosana Hey, Hosana Ha! E nos espantávamos das pessoas que traziam verdadeiras árvores, ou faziam um boquê de várias plantas diferentes. O canto de hosana percorria as ruas e nos trazia a certeza que de Cristo é o Rei dos Reis, o Senhor dos Senhores.

A celebração começa com a benção dos ramos. Lê-se a passagem do evangelho que relata a entrada de Jesus em Jerusalem e depois abençoa-se os ramos, depois dá-se inicio a procissão. Durante o caminho são entoados cânticos glorificando o reinado de Cristo e sua missão.

“A entrada “solene” de Jesus em Jerusalém foi um prelúdio de suas dores e humilhações. Aquela mesma multidão que o homenageou motivada por seus milagres, agora lhe vira as costas e muitos pedem a sua morte. Jesus que conhecia o coração dos homens não estava iludido. Quanta falsidade nas atitudes de certas pessoas!

Os Ramos santos nos fazem lembrar que somos batizados, filhos de Deus, membros de Cristo, participantes da Igreja, defensores da fé católica, especialmente nestes tempos difíceis em que ela é desvalorizada e espezinhada.

Os Ramos sagrados que levamos para nossas casas após a Missa, lembram-nos que estamos unidos a Cristo na mesma luta pela salvação do mundo, a luta árdua contra o pecado, um caminho em direção ao Calvário, mas que chegará à Ressurreição.

O sentido da Procissão de Ramos é mostrar essa peregrinação sobre a terra que cada cristão realiza a caminho da vida eterna com Deus. Ela nos recorda que somos apenas peregrinos neste mundo tão passageiro, tão transitório, que se gasta tão rápido. Ela nos mostra que a nossa pátria não é neste mundo mas na eternidade, que aqui nós vivemos apenas em um rápido exílio em demanda da casa do Pai.”*

A missa é voltada para o anuncio do sacrificio de Cristo. Começa com a leitura de Isaías, o anúncio desse sofrimento desde o antigo testamento.  Continua com o Salmo: “Meu Deus, Meu Deus, porque me abandonaste”, é o lamento de Jesus na cruz, mostrando sua humanidade em meio ao sofrimento. E conclui com a leitura solene da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. Nos preparando para tudo o que vai acontecer no decorrer da semana.

* Felipe Aquino – canção nova.com

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: